Ayrton Wilbury nasceu do amor à música e à Fórmula 1

Dhani Harrison Ayrton Wilbury é um cara de sorte. Ainda criança já estava empunhando sua guitarra ao lado de gente que para ele era apenas amiga da família. Mas que, para todos nós, é inatingível.

O primeiro nome revela o amor que o pai tinha pela F-1. E, claro, a torcida devota que nutria por Ayrton Senna. Em uma famosa entrevista do pai (em casa) ao lado de dois velhos amigos, um pôster de Senna com a McLaren aparece na parede.

Bom, vamos parar com gracinhas pseudo-enigmáticas. Ayrton Wilbury é um nome inventado por Dhani Harrison, único filho do ex-Beatle George Harrison.

Em 1988, quando Dhani tinha 10 anos, George Harrison formou a sensacional banda Travelling Wilburys, ao lado de ninguém menos do que Bob Dylan, Roy Orbison, Tom Petty e Jeff Lynne.

Ao melhor estilo “Ramones”, todos adotaram o mesmo sobrenome nos créditos dos álbuns. George, por exemplo, era Nelson Wilbury. Bob Dylan, Lucky Wilbury. E por aí vai…

Foram dois discos gravados, embora logo de cara a banda tenha sofrido um grande desfalque. Em dezembro de 1988, Lefty Wilbury (ou melhor, Roy Orbison), partia dessa para melhor. Aqui, uma bela homenagem dos Wilburys.

Somente com o lançamento de um caixa reunindo os dois discos da banda e material raro, em 2007, ficamos sabendo da existência de Ayrton Wilbury. Sim, porque Dhani, então com 10 anos, chegou a tocar guitarra e fazer backing vocals em algums músicas.

Passaram-se 23 anos. Além de Orbison, já morreram o próprio George Harrison e Ayrton Senna.

Dhani, que é a cara do pai, tem a própria banda. Já Ayrton Wilbury segue apenas adormecido. Talvez ressurja em algum dos tributos que seus “pais”, George e Senna, sempre vão merecer.

Veja o clipe da linda “Handle With Care”, dos Travelling Wilburys.

Luiz Augusto Lima

Jornalista, 39 anos. Era fã do Frank Poncherello, mas o estilo sempre foi mais Jon Baker.
Todos os posts do Luiz

Compre o livro "Esporte Fino - O Esporte Além dos Resultados"